O que são fundos multimercados

Fundos Multimercados

Os fundos multimercados são um daqueles serviços conhecidos popularmente com 1.001 utilidades. Eles atendem aos requisitos de todos os investidores: conservadores, moderados e ousados. Eles permitem que você escolha o tipo de ativo que são diversos: de renda fixa a renda variável, de ações a metais e assim por diante. Com isso, os fundos multimercados são um dos mais valorizados por todos os tipos de perfil.

 

Sempre que a taxa de juros do investimento em renda fixa cai e perde a apreciação, os fundos multimercados tornam-se uma opção mais lucrativa. Essas carteiras são frequentemente vistas como um progresso na escala de investimentos complexos. A razão é que essas carteiras permitem que os gestores adotem uma variedade de estratégias, incluindo alavancagem. É a flexibilidade que é considerada uma das características mais interessantes dos multimercados.

Veja também:
Educação financeira infantil: como ensinar as crianças a guardar dinheiro?
O que é o aplicativo GuiaBolso? É seguro usar?
Dicas de planejamento financeiro para freelancers

O que são fundos multimercados?

Os fundos multimercados são um tipo de fundo de investimento que permite investir em diferentes setores e classes de ativos. Por exemplo, seus ativos podem incluir ações, títulos de renda fixa, câmbio e outros ativos. Esses fundos também podem usar derivativos como alavancagem ou como meio de proteção de carteiras de investimentos. Como você pode ver, esse tipo de fundo é uma escolha extremamente flexível. Eles possuem regras que são mais flexíveis, o que oferece uma liberdade gestão maior.

 

Os fundos multimercados procuram oferecer aos investidores retornos mais elevados. No entanto, isso os torna uma escolha menos conservadora. Em outras palavras, é adequado para investidores com boa tolerância ao risco e experiência no mercado financeiro. Portanto, com regras de alocação de portfólio mais flexíveis, os investidores podem escolher fundos com estratégias e metas consistentes. Para fazer isso, você deve ler atentamente a documentação de cada fundo de investimento em que está pensando em investir.

Quais são os fundos multimercados?

Como a flexibilidade de um fundo multimercado é garantida, existem várias estratégias de investimento entre eles. Por isso, a Anbima criou uma classificação para agrupar os fundos considerando as suas características principais. Veja quais são a seguir:

    • Balanceados: usam estratégias de alocação predeterminadas para especificar carteiras de investimento em várias classes de ativos, incluindo mudanças táticas e políticas claras de rebalanceamento. O benchmark deve seguir a composição dessa combinação, isso quer dizer que seu desempenho não deve ser comparado a uma única classe de ativos (como o CDI). Eles não permitem alavancagem;
    • Dinâmicos: eles usam estratégias de alocação, mas não se comprometem com um portfólio pré-determinado de ativos – são mais flexíveis do que os ativos balanceados e podem responder às condições de mercado e faixas de investimento. Eles permitem a alavancagem;
  • Livre: os fundos livres não se comprometem a focar em estratégias de investimento específicas. Por conter muitas possibilidades, essa categoria é geralmente uma das categorias de investimento mais altas em todos os multimercados;
    • Macro: esses fundos multimercado, são chamados assim porque utilizam estratégias de investimento baseadas em cenários macroeconômicos de médio e longo prazo para operar;
  • Trading: um fundo que explora oportunidades de lucro em flutuações de curto prazo nos preços dos ativos;
    • Long and Short – direcional: negociam ativos e derivativos vinculados ao mercado de renda variável, estabelecem posições compradas e vendidas e buscam resultados diferenciados dessas posições;
    • Long and Short – neutro: também estabeleceram posições compradas e vendidas em ativos e derivativos relacionados ao mercado de ações, mas o objetivo é limitar sua exposição financeira líquida a menos de 5%;
    • Juros e moedas: eles buscam retornos de longo prazo investindo em ativos de renda fixa com risco de juros, risco de índice de preços e risco cambial. Eles não têm exposição ativos de renda variável e outras ações;
  • Capital protegido: os fundos que buscam retornos em mercados de risco tentam proteger parte ou todo o principal que foi investido;
  • Estratégia específica: as estratégias de investimento que adotam podem implicar certos riscos, como commodities ou índices futuros;
  • Investimento no exterior: para obter essa classificação, os fundos multimercados devem investir no mínimo 40% de seu patrimônio em ativos financeiros no exterior. Eles também são uma das maiores categorias de fundos multimercados.

Porque investir em fundos multimercados?

Geralmente, para quem busca diversificar seu investimento com o objetivo de buscar mais lucros (mesmo que não tenha valor de investimento significativo) e está disposto a assumir mais riscos, os fundos multimercados costumam ser indicados. Entre outros motivos, os fundos com alta volatilidade são as melhores opções para objetivos de investimento a longo prazo, pois geralmente esperam tempos de resgate mais longos. Por exemplo, eles podem substituir economias que serão usadas para comprar imóveis dentro de alguns anos.

 

Se o investidor deseja precisar de capital em um prazo menor (por exemplo, para trocar o carro no final do ano), ele deve buscar um mercado diversificado e com menor volatilidade. Para recursos altamente líquidos (como suas reservas de emergência), pode ser melhor encontrar uma alternativa mais conservadora.

Quais os riscos de um fundo multimercado?

Os fundos de investimento multimercado podem ter níveis de risco conservadores (raros), moderados e agressivos (mais comuns). O risco mencionado é que o fundo pode ter um desempenho ruim ou até mesmo apresentar um crescimento negativo dentro de um mês. Para esse tipo de risco, os fundos multimercado são mais agressivos do que os fundos de renda fixa, porém, ainda são menos agressivos do que os fundos de ações e de câmbio.

Quanto rende um fundo multimercado?

Segundo levantamento da consultoria Economática dos 20 melhores fundos multimercados em 2020, o faturamento de todos esses fundos supera 200% do CDI.  Conforme destacou o professor Eid Junior, todos os fundos que possuem número superior a 8,25% possuem CDI superior a 200%. E esse número passou de 10,41% do vigésimo fundo para 53,12% do primeiro fundo de maior rentabilidade.

Quando resgatar fundo multimercado?

Não há regra para determinar o prazo exato para dizer se o fundo deve ser reavaliado. No entanto, com base em experiências, pode-se afirmar que, mediante a estratégia do fundo, o período mínimo de observação dos retornos varia de 12 meses para fundos de renda fixa a pelo menos 24 a 36 meses para ações e fundos multimercados. Vale ressaltar que é importante realizar análises em um prazo adequado, pois mesmo um gestor talentoso, desde que possa gerar retornos consideráveis ​​no longo prazo, acabará encontrando dificuldades, o que farão com que os investidores se sintam frustrados no curto prazo.

Quais os melhores fundos multimercados?

Se tratando de rentabilidade, no primeiro trimestre de 2021,os seguintes foram 10 os fundos multimercados mais rentáveis:

  1. SPX Raptor Feeder FIC FIM C Priv IE;
  2. Forpus Multiestratégia FIM LP;
  3. Seival FGS Agressivo FIC FIM;
  4. Gávea Macro Plus II FIC FIM;
  5. SPX Nimitz Feeder FIC FIM;
  6. Vinci Total Return FIC FIM;
  7. EnterCapital Turing FIC FIM;
  8. Vintage Macro FIC FIM;
  9. Gávea Macro FIC FIM;
  10. Polo Norte I FIC FIM;

Como avaliar fundos multimercados?

Antes de mergulhar em qualquer um dos fundos multimercados, você precisa entender alguns pontos-chave para se livrar dos problemas. Estes são os conteúdos a serem analisado:

  • Avaliar o histórico de longo prazo do fundo;
  • Como a equipe trabalha;
  • Considere o investimento mínimo e cada nova contribuição;
  • Leia as regras do fundo para entender se a estratégia do mercado diversificado selecionado é consistente com a sua;
  • Se a equipe e o gerente cumpre seus objetivos;
  • Se os gerentes podem navegar por diferentes cenas e ativos;
  • Se você deseja ter vários fundos multimercados em seu portfólio, escolha fundos com diferentes perfis de administrador para combinar suas estratégias;
  • Taxas de gestão e desempenho também devem ser consideradas.