Dicas e passo a passo para começar a investir seu dinheiro

Como começar a investir o dinheiro

 

Investir é o caminho mais rápido para alcançar a tão sonhada independência financeira. Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar a respeito dos investimentos e de como isso pode ser complicado, sendo necessário possuir muito dinheiro para começar a investir e obter lucro a partir desse investimento. No entanto, essa concepção está ultrapassada, visto que é possível começar a investir com apenas 30 reais ou menos, a depender do tipo de investimento que a pessoa esteja buscando.

Portanto, com poucos recursos, é possível começar a investir, desde que, aprenda sobre como fazer investimentos de forma correta, evitando perder dinheiro e conseguindo alcançar a independência financeira. Lembra daquela meta que você estipulou no início do ano, porém, está encontrando dificuldades para cumpri-la? Durante todos os meses do ano, você tem dificuldades em saber se o seu salário será suficiente para o pagamento das contas mensais, se tornando praticamente inviável guardar dinheiro para outros objetivos da sua vida, o que dificulta a realização de sonhos. Dessa forma, é necessário mudar o jeito como está sendo planejada as suas finanças, dado que, muitas das vezes, basta uma melhor organização para conseguir guardar uma pequena quantia de dinheiro no final do mês, de forma a investir esse dinheiro para obter outros rendimentos extras.

Se esse é o seu caso, o primeiro passo é saber mais sobre as opções do mercado financeiro e quais delas se adequam melhor ao seu perfil, mesmo que você não possua muitos recursos para investir. Assim, é imperioso conhecer todas as opções disponíveis, principalmente em relação aos títulos de renda fixa, o que proporciona um acréscimo no patrimônio da pessoa sem ela correr riscos iguais a outros investimentos, permitindo um padrão de vida tranquilo. Dessa forma, se deseja saber um pouco mais a respeito do mundo dos investimentos e de como alcançar a sua independência financeira, continue a leitura deste artigo e fique por dentro de todas as informações relacionadas ao tema.

Veja também:
Quanto tempo demora para planejar um intercâmbio?
O que são fundos multimercados
Educação financeira infantil: como ensinar as crianças a guardar dinheiro?

Por que você deve investir seu dinheiro?

É comum, principalmente quando somos crianças, sermos aconselhados por nossos pais a guardar dinheiro para podermos comprar algum bem que desejamos, como, por exemplo, uma bicicleta ou patins. Investir esse dinheiro é o próximo passo a se dar caso queira alcançar sonhos maiores. A cultura do nosso país infelizmente não proporciona esse tipo de conhecimento em relação aos investimentos, o que, de certa forma, contribui para o fortalecimento de uma sociedade sem planejamento financeiro e com dívidas para pagar. Nadando contra a corrente, algumas empresas buscam desenvolver novas tecnologias que possam facilitar o acesso das pessoas a esses investimentos, juntamente com informações a respeito de cada uma das modalidades, tornando o acesso mais democrático a essa modalidade de renda passiva.

Podemos elencar a falta de informação como um dos principais motivos que fazem com que as pessoas busquem com menos frequência opções de renda extra como os investimentos. Grande parte dessas pessoas acredita fielmente que os investimentos possuem elevado grau de risco e que o retorno é muito pouco, sendo acessível apenas para pessoas multimilionárias, preferindo dessa forma, deixar o dinheiro guardado na poupança. Vale lembrar que, tempos atrás, o país enfrentava uma crise financeira gigantesca, que acabou por confiscar os valores que estavam guardados na poupança, demonstrando que nenhum dos tipos de investimento é totalmente seguro.

Alguns títulos de crédito como o CDB ou Tesouro Direto possuem um risco bastante semelhante, entretanto, contam com a garantia do Governo e do Fundo Garantidor de Crédito (para valores até um milhão de reais investidos), o que já resta demonstrado a segurança que determinados investimentos possuem. Esses recursos são as maneiras mais simples de aproximar você do seu sonho, o que não ocorre quando deixamos o dinheiro guardado na poupança ou em nossas carteiras, visto que não rendem quaisquer valores nessa inércia. Portanto, os investimentos funcionam de maneira semelhante a um empréstimo, só que nesse caso, você está emprestando seu dinheiro a uma instituição financeira, exatamente o contrário do que ocorre normalmente, onde essas instituições oferecem determinados valores para remuneração pelo empréstimo. Portanto, quanto maior for o montante do investimento, mais retorno você irá obter por parte das empresas, criando uma espécie de bola de neve. 

Podemos citar como exemplo a compra de uma casa. Se esse for o seu objetivo daqui a 5 ou 12 anos, você dispõe de bastante tempo para começar a poupar dinheiro o suficiente e iniciar os investimentos, sendo capaz, inclusive, de triplicar os valores até ter o dinheiro suficiente para comprar o imóvel. Já a outra opção disponível e contratar um financiamento com um banco, onde ao invés de você emprestar o dinheiro, incorrerá em uma enorme dívida com o banco, sendo necessário vários anos para quitação desse débito. Portanto, construir um patrimônio através dos investimentos é muito mais fácil, seguro e atrativo do que buscar por empréstimos. Nos investimentos, você é o credor dos valores, enquanto no empréstimo, o banco que é.

Pontos para considerar antes de investir

Antes de começar a investir, é necessário considerar alguns pontos, para que assim se facilite alcançar todos os seus objetivos, são eles:

Aprenda sobre os investimentos

O primeiro passo e um dos mais importantes é saber mais a respeito das modalidades de investimentos disponíveis no mercado, pois, são diversas opções que podem variar o risco, o retorno e o prazo para resgate. Dessa forma, aprender mais sobre cada uma delas é imprescindível. Após saber tudo a respeito de cada investimento, aplique esse conhecimento a sua necessidade, ou seja, determine o prazo máximo que deseja alcançar determinado objetivo e considere as opções de investimentos que proporcionam o retorno e o prazo para resgate semelhante ao seu objetivo.

Conheça o seu perfil de investidor

Existem vários perfis de investidor, entre eles: Conservador, Moderado e Arrojado. O conservador é aquele que prefere renda fixa, visto que possui mais segurança e menos chances de perda de patrimônio. O moderado está entre o conservador e o arrojado, dado que ele gosta da segurança da renda fixa, mas busca investimentos de renda variável que proporcionam um retorno melhor. Por fim, o arrojado, é aquele que não tem medo de arriscar seu patrimônio em investimentos de renda variável e de alto risco.

Defina seus objetivos

Como já mencionamos anteriormente, definir bem os seus objetivos e em quanto tempo deseja alcançá-los é fundamental para escolher o investimento adequado. Você deve realizar os cálculos tomando por base os valores recebidos em cada investimento, os chamados dividendos. Algumas empresas pagam esse dividendo mensalmente, outras trimestralmente, semestral e anual. Portanto, deve-se considerar esse fator na hora de escolher os seus investimentos e definir os seus objetivos.

Quais são as melhores opções para iniciantes?

Se você está iniciando no mundo dos investimentos, é ideal que comece com opções que forneçam mais segurança, embora essas opções ofereçam menos retorno que investimentos de risco. Aqui vale a regra do: “quanto maior o retorno, maior o risco”. Portanto, para os iniciantes, uma boa opção são os títulos de renda fixa e com garantia, como, por exemplo, o Tesouro Direto, LCI, LCA e CDB.

Onde investir dinheiro para render?

O tesouro direto, FIIs, LCA, LCI, entre outras, são excelentes opções para fazer seu dinheiro render. Entretanto, se deseja obter um retorno maior, a renda variável é o melhor investimento a se fazer, pois, embora sejam mais arriscados, eles oferecem um retorno muito maior. No entanto, as chances de perder parte do patrimônio são altas.

Qual o melhor investimento para ganhar dinheiro?

Isso depende bastante do seu perfil de investidor. Se você é um investidor conservador, o ideal é investir na LCI e LCA, pois possuem mais liquidez e um bom retorno de dividendos. Já se você for um investidor moderado pra arrojado, o ideal é mesclar a renda fixa com variável.