Dicas de como fazer o planejamento financeiro pessoal

Como fazer o planejamento financeiro pessoal

 

Ao aprender como fazer um planejamento financeiro pessoal e se dedicar ao controle, você se aproxima de suas metas e objetivos, das mais simples às ousadas e complexas. Finalmente descobre como fazer o seu dinheiro trabalhar para a realização delas. 

Quando paramos para olhar as finanças pessoais, o cuidado com o dinheiro e com a gestão dele geralmente é deixado para trás, sem controle e sem planejamento, muitos empresários iniciam um negócio sem conhecer seu público-alvo, os fornecedores, a concorrência, os custos fixos e variáveis e acabam fechando as portas antes que o negócio complete dois anos.

Sabemos que o planejamento e o controle financeiro pessoal são apontados como uma ferramenta essencial para alcançar seus objetivos, por isso, por meio deste guia, iremos te ensinar a criar um plano poderoso que te ajudará a realizar seus maiores objetivos e metas. Quer se manter organizado financeiramente e não sabe como? Abaixo mostrarei como fazer o seu planejamento financeiro pessoal. Acredite planejando, tudo é possível!

Veja também:
O que é fundo de emergência e como calcular?
Como ter o hábito de economizar? Confira dicas 
O que é juros compostos? Onde são utilizados?

 

Como fazer o planejamento financeiro pessoal? 

Tudo começa por um registro e controle de tudo que entra e sai, tudo isso dentro de um ciclo salarial. É muito importante anotar suas receitas e despesas de uma maneira que te permita retornar e avaliar com quais são seus maiores gastos, além de identificar eventuais desperdícios. Para tal tarefa, você pode utilizar um caderno, agenda, planilha ou aplicativo de gestão financeira. O objetivo central desse controle é possibilitar um equilíbrio de ganhos e gastos para pagar suas dívidas e ainda conseguir poupar uma parte para o futuro.

Como já foi destacado, o controle financeiro pessoal é essencial para quem busca alcançar objetivos e metas. 

Quando usar o planejamento financeiro

O planejamento financeiro geralmente é guardado como um recurso de emergência, utilizando-o geralmente em cenários de crise (para acabar com as dívidas, sair do vermelho e colocar as contas em dia) ou de prosperidade (aquisição de bens e investimentos financeiros), todo momento é aceito para planejar um futuro melhor e organizar as finanças.

 Um bom exemplo é que o planejamento financeiro pode ajudar você a garantir sua aposentadoria. Com bons investimentos e um plano bem estabelecido, será viável ter uma renda quando já tiver com idade avançada. Porém, para isso é preciso manter o seu planejamento ao longo da vida.

Como fazer uma planilha de controle financeiro pessoal?

Com toda a certeza, o primeiro passo para ter um com controle financeiro é analisar como vai suas finanças ultimamente. Você deve saber como definir seus gastos e associar ao valor que você recebe mensalmente, precisa também identificar quais são os seus gastos frequentes.

E você pode fazer uma análise das suas finanças através de uma planilha em agenda, caderno, aplicativo, seja qual for o modo que mais se identifica. Para montar a sua planilha você deve primeiro escolher a forma que mais funciona para você, se é pelo celular ou por papel. Tendo escolhido você deve seguir anotando todos os seus gastos que você está tendo, e também a sua renda. O valor que está entrando e também o valor que está saindo. Tendo isso em uma planilha você pode verificar os seus gastos e ver se aquela quantidade que você gastou foi por algo realmente necessário ou foi só dinheiro jogado fora.

 

Buscar educação financeira

Como todos os assuntos, as finanças também fica mais simples de realizar tendo o conhecimento. E para ter um bom planejamento financeiro é importante saber sobre educação financeira, isso vai te ajudar bastante.

Quanto mais aprender e discutir sobre o dinheiro, fica mais fácil de entender como lidar com o assunto. Você pode adquirir esse conhecimento lendo artigos na internet, conversando com amigos, com experientes, fica mais fácil de saber novas maneiras de economizar. Informações sobre o controle financeiro, estratégias para organizar seu orçamento, entre outras informações que podem te ajudar também.

Sem contar que existem vários canais para quem deseja se educar financeiramente. Existem excelentes livros que abordam o assunto, fóruns na internet, vídeos e blogs, por exemplo. É certo afirmar que vale muito a pena procurar conhecer especialistas que entendam do assunto e provem essas discussões.

Planejamento financeiro em caso imprevistos

Um planejamento financeiro pessoal bom pode não funcionar sem uma reserva de emergência para pessoas que trabalham para si mesmo (autônomas). Sem contar que sua organização pode ser afetada em meio a gastos imprevistos ou de um mês de receita baixa.  Por mais que seu orçamento esteja controlado, é necessário separar um valor para momentos de necessidade.

Em situações onde o cliente atrasa ou não paga a dívida, quando não é possível manter o ritmo do trabalho, custos inesperados, em caso de saúde. Essas situações conseguem abalar as finanças do freelancer, mas quando existe uma reserva de emergência isso não ocorre. 

Definir metas para ter um bom planejamento financeiro pessoal

Ser autônomo não significa que você deve seguir o fluxo e fazer qualquer serviço que aparece pela frente. Na realidade, é preciso se organizar muito e também saber como atrair clientes para o seu negócio e te fazer lucrar mensalmente. Então ter metas é algo crucial.

Definir algo esperado pode trazer mais produtividade e desempenho no seu trabalho. Um exemplo do que pode te ajudar a definir uma meta pode ser: saber o que pretende do seu trabalho, qual sua expectativa em relação aos ganhos, objetivo esperado para vida no futuro seja profissional ou pessoal, entre outras coisas.

Seu planejamento financeiro pessoal pode depender muito das suas metas de ganho e gastos. Até porque é difícil administrar o dinheiro quando não existe um objetivo de quanto você precisa trabalhar para obter a renda desejada. Exercite com metas planejar seu orçamento. Defina um valor específico que você quer receber por mês e tente colocar o seu trabalho e seus clientes em torno disso. Depois coloque um limite para cada um de seus gastos.